Ilhabela já imunizou 840 pessoas contra a COVID-19; cidade deve receber hoje um novo lote de vacinas

Ilhabela já imunizou 840 pessoas contra a COVID-19; cidade deve receber hoje um novo lote de vacinas

Desde o início da campanha de imunização contra o Coronavírus, no dia 21 de janeiro, a Secretaria de Saúde de Ilhabela já vacinou 655 pessoas, todos profissionais da saúde.

Ao todo, o município já recebeu 840 doses de imunizastes, sendo 480 doses da CoronaVac – desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan – e 360 doses da vacina Oxford/Astra Zeneca – desenvolvida pela Universidade de Oxford, em parceria com uma multinacional farmacêutica. 

Mais vacinas

Esta semana o Governo do Estado passou a distribuir o terceiro lote de vacinas contra a covid-19. Mais de 33 mil doses estão sendo destinadas as cidades do Vale do Paraíba e Litoral Norte.

O envio parte do CDL (Centro de Distribuição e Logística), localizado na capital, rumo aos GVE (Grupos de Vigilância Epidemiológica), onde os municípios deverão retirar os respectivos quantitativos .


As vacinas distribuídas nesta etapa serão para os municípios imunizarem os idosos acima de 90 anos e completarem todo o público-alvo da primeira fase da campanha, que inclui trabalhadores da saúde, indígenas, quilombolas, além de idosos (acima de 60 anos) e pessoas com deficiência a partir de 18 anos que vivem em instituições de longa permanência.

A divisão das grades é baseada no quantitativo proporcional de vacinas previsto para São Paulo conforme o PNI (Programa Nacional de Imunizações), do Ministério da Saúde. O cálculo de distribuição para regiões e cidades tem como referência os públicos-alvo da campanha de vacinação contra a gripe de 2020.

A campanha de imunização contra a COVID-19 em São Paulo tem se desenvolvido conforme a disponibilidade das remessas do Ministério da Saúde. À medida que o governo federal viabilizar mais doses, as novas etapas do cronograma e públicos-alvo da campanha de vacinação contra a COVID-19 serão divulgadas pelo Governo de São Paulo.