Presidente da Câmara quer implantar restaurantes com refeições gratuitas para moradores de baixa renda em Ilhabela

Presidente da Câmara quer implantar restaurantes com refeições gratuitas para moradores de baixa renda em Ilhabela

A presidente da Câmara de Ilhabela, vereadora Diana Almeida (Dra. Diana — PL) protocolou um requerimento onde solicita ao prefeito Toninho Colucci que instale restaurantes com o Programa Bom Prato na cidade.

A proposta prevê a instalação de três restaurantes populares, onde deverão ser servidas refeições balanceadas, sendo um no Alto da Barra Velha, outro no Morro dos Mineiros e o ultimo no bairro do Reino, na região conhecida como Green Park.

Vereadora Dra. Diana durante visita a moradores da Barra Velha

Em Ilhabela existem pessoas que passam fome. Uma realidade inaceitável. Por isso requeremos a implantação do programa, para dar acesso gratuito a refeições para pessoas em momentânea condição de miséria, tornando Ilhabela uma cidade sem fome”

defende a parlamentar.

Com o custo de apenas R$ 1,00 para os cidadão, o Programa Bom Prato foi criado em São Paulo há 20 anos e já serviu 265 milhões de refeições aos cidadãos paulistas e já serviu 265 milhões de refeições aos cidadãos paulistas. O programa, que é coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento conta com 59 unidades no Estado, sendo 22 restaurantes na capital, 17 no interior, 12 na Grande São Paulo e 12 unidades no litoral paulista, servindo café da manhã, almoço e jantar.

A presidente defende a implantação do programa alegando que “além do custo baixo o Bom Prato oferece comida balanceada e nutritiva à população de baixa renda e pessoas em situação de vulnerabilidade social, justifica Diana.

Segmentada na defesa da família, Diana defende que a alimentação é um direito humano fundamental garantido pelo sistema global da ONU e nacional pela Constituição Federal em seu artigo 6º, cabendo ao poder público garantir esse direito.

Ainda de acordo com ela, o problema não é apenas a fome, traduzida pela carência total de alimentos, mas também, a quantidade insuficiente e a má qualidade dos alimentos são responsáveis pela desnutrição, gerando diversas doenças e até a morte de crianças e adultos.

“Infelizmente, ainda é grande o número de pessoas no Brasil e no mundo que não possuem as condições mínimas para viver com dignidade, não tendo sequer uma alimentação adequada, o mesmo ocorre em Ilhabela, especialmente nos bairros mais carentes e populosos como Alto da Barra Velha, Morro dos Mineiros e Green Park”, afirma a Almeida.

Em sua justificativa para a implantação do programa e das três unidade que serviriam refeições a baixo custo, Diana Almeida alega que o contingente de pessoas que sofre com a falta de alimentos aumentou ainda mais por causa da pandemia gerada pelo coronavirus, exigindo do poder público ações e políticas públicas que garantam o direito dessas pessoas à alimentação. 

“A instalação de restaurantes do Programa Bom Prato em Ilhabela, especialmente nos bairros Alto da Barra Velha, Morro dos Mineiros e Green Park é relevante para efetivar o direito à alimentação garantido constitucionalmente a todas as pessoas”.

A vereadora ainda sugere que o poder Executivo crie uma  Lei para oficializar a demanda. Para dar celeridade na iniciativa, Diana Almeida anexou uma proposta de Projeto de Lei ao requerimento, que deverá ser aprovado e encaminhado ao prefeito Toninho Colucci na primeira Sessão Ordinária da Câmara de Ilhabela, que acontece na próxima quarta-feira (3).