Vacina vira caso de polícia em Ilhabela; Toninho Colucci registra boletim de ocorrência

Vacina vira caso de polícia em Ilhabela; Toninho Colucci registra boletim de ocorrência

O prefeito de Ilhabela, Toninho Colucci, registrou um boletim de ocorrência contra o Governo do Estado de São Paulo pelo envio de frascos de vacina com quantidades menores que as informadas pelo Programa de Imunização do Estado.

Cada frasco contém 10 doses, porém a cidade registrou oito frascos com doses abaixo do divulgado. Alguns frascos vieram com oito doses e as notificações foram encaminhadas ao Centro de Vigilância Sanitária do Estado.

A Secretaria de Saúde de Ilhabela tem recebido doses insuficientes de vacinas para aplicar no público alvo da campanha estadual.

Até o momento, a cidade recebeu 4.642 doses e aplicou 4.140, sendo 2.941 de 1ª dose e 1.219 de 2ª dose. As doses restantes (482) são destinadas, na maioria, para segunda dose de idosos.

Para se ter uma ideia, o Estado anunciou a liberação da vacina para idosos de 68 anos. Ilhabela recebeu 180 doses e para aplicar em 100% deste público alvo seriam necessárias 235 doses.

“Não dá para entender o critério do Governo do Estado. Enquanto tem cidades recebendo doses de acordo com o público e atingiram 20% de aplicação, as cidades do Litoral Norte estão recebendo doses insuficientes. Hoje nosso déficit é de pelo menos 1,5 mil doses. Além disso, os frascos estão chegando com menos de 10 doses, isso é grave e por isso estamos nos resguardando registrando boletim de ocorrência. Queremos transparência”, disse Colucci.