Vice-prefeito João Pedro despacha na Prefeitura de Ilhabela enquanto Colucci cumpre agenda em Brasilia

Vice-prefeito João Pedro despacha na Prefeitura de Ilhabela enquanto Colucci cumpre agenda em Brasilia

Enquanto o prefeito Toninho Colucci (PL) cumpre agenda oficial em Brasília, acompanhado pelo secretário de Governo Cezar De Tullio, a prefeitura da cidade está a cargo do vice-prefeito de Ilhabela, João Pedro Reale Colucci (DEM).

Apesar de não ter nenhum tipo de obrigação de comparecimento na Prefeitura, desde que foi empossado como vice-prefeito em 1º de janeiro, João Pedro cumpre a mesma jornada de trabalho diária do prefeito Toninho Colucci. Na ausência do pai, o vice é quem toca os trabalhos no gabinete da Prefeitura. 

Na manhã de hoje João recebeu nossa reportagem e falou dos desafios e das dificuldades encontradas a frente do Poder Público. Na próxima semana João Pedro deve fazer uma visita oficial ao Parque Tecnológico de São José dos Campos, referência para a região.

Temos muito o que fazer pela cidade. A pandemia e a dificuldades administrativas são um entrave, mas Ilhabela é um ponto fora da curva. Logo a normalidade deverá ser reestabelecida e conseguiremos avançar.

destacou o vice-prefeito João Pedro Colucci

Na manhã de hoje Toninho Colucci se reuniu com o senador Alexandre Giordano; deputado federal Cezinha de Madureira; Ricardo Nunes, Prefeito de São Paulo; Milton Leite, Presidente da Câmara Municipal de São Paulo; Edson Aparecido, Secretário Municipal da Saúde de São Paulo, para tratar de assuntos relacionados ao enfrentamento do Coronavírus.

Na tarde de ontem (6), Toninho Colucci esteve no Ministério da Saúde, acompanhado pelo senador Alexandre Giordano, cobrando solução a respeito da quantidade de vacinas destinadas a Ilhabela e região. O principal objetivo foi o de pedir ajuda ao governo federal para suprir as doses de vacinas contra a covid-19, que estão em falta em Ilhabela e nas outras cidades da RMVale.

A falta de vacinas na região foi indicada pela Codivap (Associação de Municípios do Vale do Paraíba), na segunda-feira (05), com base em levantamento que aponta que faltam mais de 100 mil doses para que a região atinja 100% dos grupos já convocados na campanha de imunização.

Segundo estudo da prefeitura de Ilhabela, feito com base nos dados da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, Ilhabela seria um dos municípios que tem recebido quantidade de doses abaixo de sua participação demográfica no estado. Se apenas o critério populacional fosse considerado, a cidade deveria ter recebido cerca de 18 mil doses, quase 12% a mais do que recebeu (cerca de 16 mil). 

Na terça-feira (6), o prefeito encontrou-se com o senador Alexandre Luiz Giordano (PSL) para entregar o ofício em que pede mais imunizantes. “Estamos lutando para completar a vacinação dos funcionários da educação, que não consegui completar, ainda faltam 500 doses”, afirmou o prefeito.

“O senador me recebeu e na hora fez contato com ministro (da Saúde, Marcelo Queiroga), reforçando o pedido, com Secretaria de Saúde do Estado e com o Governador João Dória”, continuou.

No município, além de completar o grupo da educação, a prefeitura também precisa vacinar os grupos dos maiores de 30 anos de idade. “Já vacinei mais de 800 profissionais de educação, entre professores, merendeiras, equipes de limpeza… Com (um pouco mais de) cinco mil vacinas, dá para por em dia a primeira dose de vacinação desses grupos”, acrescentou Colucci.

Segundo o prefeito, a reunião no Ministério da Saúde será nesta quarta-feira (07), mas ainda não sabe quem irá recebê-lo. “Espero que a justiça seja feita, que corrijam essa situação (…)”, concluiu o parlamentar.

A Secretaria de Saúde do Estado informou que uma nova remessa com mais de 100 mil doses contra covid-19 foram disponibilizadas às regiões da RMVale e Litoral Norte e já estão disponíveis para retirada pelos municípios. 

O órgão também informa que o Governo Estadual sempre disponibiliza as doses, à medida que o governo federal encaminha para os estados.