Colucci atende pedido do vereador Ezequiel e propõe aumento de 15% para trabalhadores do SOS

Colucci atende pedido do vereador Ezequiel e propõe aumento de 15% para trabalhadores do SOS

O prefeito de Ilhabela, Toninho Colucci, protocolou um Projeto de Lei na Câmara Municipal que concede aumento salarial a 600 trabalhadores da cidade que atuam no Programa S.O.S. A medida vai de encontro ao oficio nº 03/2022 protocolado pelo vereador Ezequiel Alvez (Ezequiel Cabeleireiro – AVANTE) no último dia 15 de fevereiro.

O Programa SOS Trabalho foi criado pelo prefeito Toninho Colucci em 2009, oferecendo a munícipes, de baixa renda, uma oportunidade de trabalho.

No entanto, segundo o vereador Ezequiel Alves, devido ao aumento da inflação e, consequentemente, do custo de vida desses trabalhadores, se faz necessário reajustar seus salários. De acordo com Ezequiel, os 600 trabalhadores do SOS estão com vencimentos congelados desde 2019, recebendo o valor mensal de R$ 900,00.

Prestadores de serviço do Programa SOS Trabalho atuam, principalmente, na limpeza pública em Ilhabela, trabalho que fazem “com zêlo de dedicação”, segundo o prefeito da cidade, Toninho Colucci.

“Essas pessoas se dedicam e trabalham diariamente — em baixo de sol e chuva — varrendo vias públicas, capinando e cuidando da nossa cidade, por isso defendo o aumento da remuneração e agradeço o prefeito Toninho Colucci por atender nossa reivindicação”

destaca o vereador Ezequiel.

O Programa S.0.S. Trabalho, Qualificação Profissional e Alfabetização, criado pela Lei Municipal n° 717/2009 atende cerca de 600 cidadãos e, visa proporcionar ocupação, qualificação profissional, alfabetização e renda para cidadãos de todas as idades, inclusive aos jovens de 18 a 25 anos, parcela importante da população desempregada residente em Ilhabela.

Atualmente, o Programa consiste na concessão de bolsa-auxilio no valor de R$900,00, além do no fornecimento de cartão alimentação e na realização de cursos para a recolocação do cidadão no mercado de trabalho.

De acordo com a justificativa do PL apresentado na Câmara, o prefeito Toninho Colucci considerou relevante promover o reajuste a essa importante parcela de prestadores de serviços do município, para que o poder de compra dos cidadãos atendidos por esse Programa não seja reduzido.

“Compartilho do mesmo entendimento dos vereadores. Após estudos financeiros e reconhecendo essa necessidade, apresentei a proposta de reajuste da bolsa-auxilio em 15%, o que vai elevar os vencimentos para R$1035,00”

justificou o prefeito, que alegou ter recebido diversos expedientes da câmara solicitando o reajuste.

Ainda de acordo com a proposta, além do aumento nos salários, os trabalhadores terão a manutenção do vale alimentação no valor de R$ 394,00 e vale transporte.