Com apoio da Polícia Federal e da Marinha, Receita Federal apreende embarcação de luxo em Ilhabela

Com apoio da Polícia Federal e da Marinha, Receita Federal apreende embarcação de luxo em Ilhabela

Na manhã de hoje, agentes da Receita Federal de São Sebastião, com apoio da Polícia Federal e da Delegacia da Capitania dos Portos realizaram uma operação na marina do Yacht Club Ilhabela. As equipes “apreenderam” uma embarcação “de luxo”, provavelmente contrabandeada ao Brasil. 

Segundo a Receita Federal, a embarcação de 37 pés — fabricada pela “Regal” — está registrada em nome de uma Construtora sediada na capital paulista.

Segundo um funcionário da Receita Federal, que prefere não ser identificado, a lancha, de fabricação norte-americana, foi contrabandeada para o país e inscrita na Capitania dos Portos mediante fraude documental. A embarcação tem valor estimado em mais de R$1,2 milhão.

Ainda de acordo com o funcionário da RF, após o decurso dos prazos de recurso e defesa, deverá ser aplicada a pena de perdimento do bem em favor da União Federal, podendo a mesma ser, posteriormente, leiloada ou incorporada para utilização de algum orgão público.

Segundo a Receita Federal, o Yacht Club Ilhabela não é investigado na ação, haja visto que o local era utilizado apenas como guarda da embarcação.

O proprietário da embarcação não foi localizado para comentar o assunto. A lancha foi lacrada e permanece atracada na Marina do YCI.