Com regras rígidas ANVISA exige passaporte de vacinação e exame PCR para embarque em cruzeiros com destino a Ilhabela

Com regras rígidas ANVISA exige passaporte de vacinação e exame PCR para embarque em cruzeiros com destino a Ilhabela

Após um longo período parados, finalmente os Navios de Cruzeiro voltaram a operar. Já são mais de 200 navios em operação em mais de 50 países pelo mundo, e os rígidos protocolos tem se mostrado eficientes. Aqui no Brasil, a ANVISA limitou a capacidade dos navios em 75%, exige que todos os passageiros apresentem no embarque a carteirinha comprovando as duas doses de vacina, teste negativo PCR feito com menos de 72 horas ou Antígeno com menos de 24 horas, alem disso, todos os passageiros precisam preencher um formulário completo menos de 6 horas antes do embarque, utilizar máscaras nos áreas comuns do navio, álcool gel e manter o distanciamento de 1,5 metros.

Ricardo Cretella, da Webtur Travels, receptivo oficial da Costa Cruzeiros, MSC Cruzeiros e outras companhias em Ilhabela, Santos e Ubatuba, afirma que está confiante nos novos protocolos: “todos os segmentos do turismo estão retornando, se podemos entrar num avião ou num ônibus, porque não num navio? O Brasil está seguindo os protocolos mais rígidos, assim como outros países, e os moradores de Ilhabela podem ficar tranqüilos, pois quem vem de navio estará totalmente vacinado.” Cretella afirmou ainda que participou de diversas reuniões com outros Portos do Brasil, Europa e Estados Unidos, e que o protocolo elaborado pela ANVISA junto aos municípios, incluindo planos de contingência, são até mais avançados do que em outros países. 

Ele acrescenta que “os navios também receberam modificações, como centro médico reformulado, cabines para isolamento (dentre as 25% que estarão vazias), mudanças no sistema de ar condicionado, que hoje não circulam mais o ar e só recebem ar fresco, etc. Os passageiros que vem a Ilhabela de navio depois retornam para se hospedar em hotéis, pousadas, casas de temporada, gastam com passeios, restaurantes, lojas e mercados locais, por isso é clara a importância para a economia local como um todo.”

Luciane Leite, Secretária de Desenvolvimento Econômico e do Turismo, enfatizou que o Prefeito Antonio Colucci tomou todos os cuidados e acompanhou a definição desses novos protocolos junto à Secretaria Municipal de Saúde, e só então decidiu pela liberação de Ilhabela para as escalas de Navios de Cruzeiro. Segundo Luciane Leite, “a retomada está acontecendo em todos os setores e com o de cruzeiros não poderia ser diferente, muitos empregos são gerados e aproximadamente 81 milhões são injetados na economia local, beneficiando o trade de turismo e o comércio como um todo”.