Encerrou neste domingo (12/9) o Primeiro Festival Citronela Doc – Festival de Documentários de Ilhabela

Encerrou neste domingo (12/9) o Primeiro Festival Citronela Doc – Festival de Documentários de Ilhabela

Aconteceu neste final de semana, 10 a 12 de setembro, o Primeiro Festival “Citronela Doc – Festival de Documentários de Ilhabela” em parceria com a prefeitura do município, que expôs documentários nacionais com temáticas sociais contemporâneas.

Idealizado através do Cineclub Citronela de Ilhabela a exposição teve o intuito de celebrar o cinema documental, exibir produções premiadas e contou, ao longo do final de semana, com uma programação de 20 filmes e quatro debates e conversas com os diretores relacionadas as produções. 

Ao todo, 850 pessoas estiveram presentes durante as sessões. O evento foi realizado no Esporte Clube Ilhabela, ao ar livre e respeitando os protocolos de segurança e distanciamento e com a equipe devidamente testada.

Juliana Borges, organizadora do evento, pontuou que este é o primeiro festival presencial pós pandemia de grande porte. O festival foi planejado durante a pandemia e o projeto foi selecionado em um edital da secretaria estatual de cultura através da lei Lei Aldir Blanc de Emergência Cultural.

Marquinhos Guti, Secretário de Cultura, esteve presente na abertura e destacou que como compromisso da administração com a cultura, o evento terá uma segunda edição em 2022 e ressaltou: “através de um decreto, estamos regulamentando o programa municipal de incentivo à cultura, com uma verba superior a todas feitas anteriormente.”

Márcia Vaz, uma das curadoras do festival, comentou sobre o conceito do festival e o objetivo de trazer filmes com temáticas negras, periféricas, lgbtqia+, entre outros. “A perspectiva foi de trazer filmes com essas temáticas para incitar o debate. O debate é importante, sobretudo para quem está disposto a ouvir, todas as causas são justas e necessárias.” E finaliza destacando que “os filmes são o reflexo da sociedade e se tem algum lugar para a gente discutir sobre filme e sociedade aqui é o lugar para fazer isso.”

O evento seguirá online até o dia 16 de setembro, disponibilizando todas as produções exibidas na plataforma todesplay gratuitamente.