Homem ateia fogo e mata Garota de Programa em Ilhabela

Homem ateia fogo e mata Garota de Programa em Ilhabela

Uma mulher de aproximadamente 25 anos foi assassinada na noite de ontem (9) em Ilhabela. O caso ocorreu numa residência na Rua José Dias Barbosa, no bairro do Perequê.

De acordo com imagens de câmeras de monitoramento — a que nossa reportagem teve acesso—, um homem chegou ao local por volta das 22h16. Ele enviou mensagens e se dirigiu até a parte de trás da residência, retornou e parou em frente ao portão com acionamento eletrônico. Nesse momento Larissa abriu o portão por acionamento eletrônico.

Nas imagens é possível ver a luz do quarto acesa no momento em que o suspeito adentra o local. As 22h48, 32 minutos após o homem ter entrado na residência, a luz do quarto é apagada, ele sai e caminha em direção a Avenida Princesa Isabel.

Minutos depois, uma vizinha sentiu o cheiro de fumaça e foi até o local. Tocou a campainha, chamou, mas sem resposta acionou o Corpo de Bombeiros, que chegou rapidamente até o local. Após controlar o incêndio, os bombeiros localizaram a vítima já sem vida, queimada sobre a cama.

De acordo com uma amiga, Larissa dos Santos Correia morava em Santos, litoral sul do Estado, e teria chegado a esse endereço em Ilhabela na última sexta-feira (8). Ela era cadastrada como “acompanhante” em diversos sites de garotas de programa.

Nas imagens do interior da residência, a que nossa reportagem teve acesso, é possível ver a vítima desfalecida na cama, com as pernas projetadas para o chão e com um pano em sua boca. Pelas informações preliminares, Larissa pode ter sido asfixiada antes do suspeito atear fogo sobre seu corpo.

Durante a madrugada, um “cliente” de Larissa — que apareceu no local horas após o incêndio — foi “interrogado” e liberado. Ele teria confessado que fez um “programa” com a mulher dias antes, mas não teria relação com o crime. Com diversas imagens de câmeras de monitoramento, policiais militares estão a procura do suspeito.

A Polícia Cientifica foi acionada e periciou o local. Foram localizados carregadores de celular, uma máquina de cartões de crédito e a bolsa, que estava embaixo da vítima. De acordo com a Polícia Militar, os dois smartphones de Larissa não foram localizados até o momento.

O corpo de Larissa foi encaminhado para perícia no Instituto Médico Legal, que deve apurar as causas da morte. O caso deverá ser investigado pela Polícia Civil de Ilhabela.