Justiça determina afastamento de Monitor de Alunos de Ilhabela investigado por compartilhar pornografia infantil 

Justiça determina afastamento de Monitor de Alunos de Ilhabela investigado por compartilhar pornografia infantil 

Na manhã desta quinta-feira (19/5), a Prefeitura de Ilhabela recebeu a Ordem Judicial, expedida pelo Juiz Anderson da Silva Almeida, onde determina o “afastamento da função pública, especificamente perante estabelecimentos educacionais frequentados por crianças e adolescentes” do servidor público.

A Prefeitura de Ilhabela, em atendimento a determinacao judicial procedeu o afastamento por prazo indeterninado do servidor, até nova decisso judicial.

A Prefeitura de Ilhabela informa ainda que a respeito dos fatos envolvendo o servidor público municipal, D.M, a Administração Municipal assim que soube do fato, transferiu o servidor para atividades administrativas fora das escolas, até que o caso fosse esclarecido pelas autoridades.

Entenda o caso

O indivíduo é investigado em uma operação que rastreia o compartilhamento e downloads de imagens pornográficas envolvendo crianças na internet.

O monitor de alunos, D.M. de 47 anos, é funcionário concursado da Prefeitura de Ilhabela há cerca de 20 anos e exercia suas atividades na Escola Municipal Mercia do Nascimento Dias, no Saco da Capela.

D. foi preso nesta quarta-feira (18), suspeito de armazenar e compartilhar pornografia infantil na internet. O monitor de alunos foi preso em flagrante, mas vai responder em liberdade após passar por audiência de custódia e ser liberado pela Justiça.

Segundo à Delegacia de Crimes Cibernéticos, da Polícia Civil, o endereço do homem foi identificado em uma investigação da inteligência da polícia que rastreia crimes de pornografia infantil na internet.

Os policiais estiveram na casa de D.M. para cumprir um mandado de busca e apreensão de equipamentos eletrônicos e já na vistoria na casa encontraram um HD com vários vídeos de pornografia infantil.

No computador de D., a polícia encontrou um software usado por criminosos para fazer o compartilhamento de arquivos. Ao periciar o celular do homem, os agentes ainda encontraram filmagens de uma aluna dançando na escola onde ele trabalha.

O monitor de alunos de 47 anos foi preso em flagrante e vai responder por possuir e compartilhar pornografia infantil. Na delegacia, o suspeito permaneceu calado e informou que vai se manifestar apenas em juízo.

Nossa reportagem questionou a Prefeitura de Ilhabela. De acordo com o município, até o momento a Prefeitura não foi notificada e não tem conhecimento formal dos motivos que levaram o a prisão do Servidor Municipal.

Entretanto, em razão do ocorrido, a Secretaria de Educação de Ilhabela retirou o servidor da escola e o transferiu transferiu para atividades administrativas fora do convívio escolar. A Prefeitura de Ilhabela salienta ainda que aguarda que o caso seja esclarecido pelas autoridades competentes para mais providências.

D.M. passou por audiência de custódia e vai responder pelas acusações em liberdade.