Lutadores de Ilhabela sagram-se campeões no tradicional Mundial de Jiu-Jitsu da CBJJE

Lutadores de Ilhabela sagram-se campeões no tradicional Mundial de Jiu-Jitsu da CBJJE

O Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, recebeu no último final de semana (28 e 29/11) os principais nomes do jiu-jitsu do país para as disputas do tradicional Campeonato Municipal da CBJJE (Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu Esportivo). De Ilhabela, destaque para cinco lutadores que conquistaram o título mundial em suas categorias.

Rodrigo Garcia foi campeão pela categoria Faixa Rosa Meio Pesado e destacou a emoção de ter conquistado o título, com o retrospecto em 2021 de ter conquistado a medalha de Ouro do SP Open, Brasileiro, Sulamericano, Panamericano e agora, o Mundial da modalidade.

“O ano de 2021 foi um ano ímpar, onde me desafiei ao limite, muitas lesões e uma delas a mais complicada, dos ligamentos cruzados posteriores nos dois joelhos. Mesmo assim, isso não me impediu de buscar meu sonho de conquistar a primeira posição na liga. Continuei treinando e lutando e já me sinto vitorioso por tanta superação e engajamento”, declarou Garcia, que venceu nas categorias Máster 3 Roxa Meio-Pesado, Máster 3 No Gi Roxa Meio-Pesado e 3º colocado Máster 3/4 No Gi Roxa Absoluto Masculino.

Pela categoria Infanto-Juvenil “B”, dobradinha ilhabelense no pódio. Dicksson Souza dos Reis e Nina Kliman conquistaram a tão sonhada medalha de Ouro, após enfrentarem os melhores lutadores no Masculino e Feminino da categoria.

Géssica Miranda Marques conquistou a segunda colocação pela categoria Faixa Roxa – Pesadíssimo e terceiro lugar na Faixa Roxa – Absoluto. Já Alessandro dos Santos Rolim foi terceiro colocado na categoria Faixa Marrom – Máster 2 Peso Pena até 70k e Rodrigo Lourdes do Nascimento foi vice-campeão na categoria Faixa Roxa Máster 3 Meio-Pesado.

Os atletas Rodrigo Garcia, Géssica Miranda, Alessandro Santos e Dicksson Souza dos Reis integram o programa Bolsa Atleta da Prefeitura de Ilhabela que incentiva os atletas de alto rendimento de Ilhabela com o custeio de despesas com alimentação, material esportivo, taxas de inscrição em competições, transporte e outras despesas relativas ao desempenho esportivo.