Orquestra Popular de Ilhabela e abertura de exposições marcam homenagem aos 100 anos da Semana de Arte Moderna na cidade

Orquestra Popular de Ilhabela e abertura de exposições marcam homenagem aos 100 anos da Semana de Arte Moderna na cidade

O Centro Cultural Waldemar Belisário, na Vila, recebeu no último sábado (19/2) a abertura de exposições artísticas e a brilhante apresentação da Orquestra Popular de Ilhabela em comemoração aos 100 anos da Semana de Arte Moderna.

Às 19h, foi dado início às exposições “Retratos Falados”, do artista plástico Zé Paulo e “Pandemônio”, do artista Márcio Pannunzio. Na parte exterior do centro cultural, a Orquestra Popular de Ilhabela apresentou seu novo repertório, sob a regência do maestro Ricardo Ramalho.

Dezenas de pessoas acompanharam a programação cultural, que teve por objetivo relembrar a importância que a Semana de Arte Moderna teve no papel da arte brasileira.

Considerado um dos momentos mais marcantes para a cultura e produção artística brasileira no século 20, a Semana de Arte Moderna foi realizada entre os dias 13, 15 e 17 de fevereiro de 1922, no Theatro Municipal de São Paulo e tornou-se um marco do modernismo no Brasil.

Os eventos em homenagem aos 100 anos do evento foram promovidos pela Prefeitura de Ilhabela por meio da Secretaria de Cultura e Fundação Arte e Cultura.

Quem quiser conferir as exposições pode visitar o Museu Waldemar Belisário, que fica localizado na Avenida Pedro de Paula Moraes, nº 139, na Vila. O horário de funcionamento é de segunda a quinta-feira das 9h às 18h; e de sexta a domingo, das 9h às 21h.