Toninho Colucci anuncia pioneirismo com “Programa de Certificação Ambiental para Pousadas e Hotéis”

Toninho Colucci anuncia pioneirismo com “Programa de Certificação Ambiental para Pousadas e Hotéis”

O Prefeito Toninho Colucci assinou na tarde desta terça-feira (24), no Paço Municipal, o decreto 8778/2021, que cria de forma inédita no Brasil o “Programa de Certificação Ambiental para Pousadas e Hotéis”.O programa visa premiar os empreendimentos turísticos que cumpram requisitos mínimos estabelecidos em um Protocolo de Boas Práticas Ambientais no rumo da sustentabilidade, ou seja, oferecendo serviços ecologicamente corretos e minimizando impactos ambientais no município.“Não podemos deixar de enaltecer essa iniciativa importante que difunde o nosso cuidado com a questão ambiental. Ilhabela é a Capital Nacional da Vela, mas também é um lugar de contemplação, de qualidade de vida é isso que está trazendo as pessoas pra cá. Então essa iniciativa é fabulosa”, disse o Prefeito de Ilhabela, Toninho Colucci.A ação será executada por meio das secretarias de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico e do Turismo. “Ilhabela é pioneira no Brasil em um programa como esse. Foi uma iniciativa da Secretaria de Meio Ambiente, mas que contou com o apoio e a contribuição da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e do Turismo e dos conselhos do Meio Ambiente e do Comtur, que aprovaram e ajudaram a elaborar essa ideia”, destaca o secretário de Meio Ambiente, Xico Graziano.Além disso, o programa visa viabilizar e incentivar ações que promovam a melhoria ambiental dos equipamentos que servem ao turismo de Ilhabela. “É muito importante esse Selo, porque cada uma dessas ações consolida Ilhabela como destino sustentável e a nossa meta é que Ilhabela seja o principal destino de Ecoturismo do Brasil, por isso, estamos trabalhando em conjunto com o Meio Ambiente e as demais Secretarias, Comtur e Associação Comercial. A cada passo que damos estamos colocando Ilhabela no patamar que ela merece”, ressalta a secretária de Desenvolvimento Econômico e do Turismo, Luciane Leite.A adesão será voluntária e permitirá aos agentes privados do turismo agregar valor em seus negócios, gerando uma opção mercadológica aos meios de hospedagem de Ilhabela, atraindo turistas ecologicamente conscientes.O Protocolo de Boas Práticas Ambientais do Programa baseia-se em sete parâmetros técnicos: técnicas construtivas; resíduos sólidos; saneamento e água; energia e emissões de poluentes; educação e conscientização; proteção da biodiversidade; e responsabilidade social.Cada parâmetro se divide em três níveis progressivos para cumprimento dos requisitos, que definem as três categorias de certificação (A, B e C).A certificação ocorrerá após a aprovação do Laudo Técnico. Os estabelecimentos certificados receberão um Selo de Certificação, com logomarca do Programa, podendo dele se utilizar para seu marketing, divulgando-o em seus canais de comunicação.A Prefeitura de Ilhabela criará um espaço em sua página oficial na internet onde será divulgada a relação dos estabelecimentos certificados.