Velejadores de Ilhabela conquistam 71ª Regata Santos-Rio, a mais tradicional regata oceânica do Brasil

Velejadores de Ilhabela conquistam 71ª Regata Santos-Rio, a mais tradicional regata oceânica do Brasil

Após 37 horas de regata, o veleiro Xamã, que é tripulado por velejadores de Ilhabela, foi o primeiro barco a cruzar a linha de chegada da 71ª Regata Santos-Rio, considerada a mais tradicional regata oceânica do país.

A regata teve largada no meio da Baía de Santos, de onde largaram ao meio dia da última sexta-feira (22/10) rumo ao Rio de Janeiro. Com percurso de aproximadamente 200 milhas (cerca de 360 km), os velejadores enfrentaram diversas dificuldades.

“Foi uma regata de contravento, com vento forte e ondas grandes o tempo todo. Nosso barco não era um dos favoritos, mas conseguimos a fita azul e ganhamos em duas classes”, declarou o tático da tripulação, Paulo Henrique de Jesus, o “Tinah”.

O veleiro Xamã, comandado por Sérgio Klepacz foi fita azul da competição (primeiro barco a cruzar a linha de chegada) e vencedor nas classes Orc e Vprs, superando grandes nomes da vela nacional, como Lars Grael (veleiro Avohai), que ficou na terceira colocação pela classe Orc.

Fizeram parte da tripulação campeã da 71ª Regata Santos-Rio, os velejadores de Ilhabela, Paulo Tinah, Gereba Carvalho, Atanawe Boechat, Mário Sérgio, Edilson Amaral, Caio Sena, Leo Chicourel, Luiz Massa, Amaury Jesus, Gabriel Ambrósio e Marcelo Massa.